Seguidores

Os Elementos - Princípios do Universo – Conhecimento primário necessário para práticas de Magia

Magia é uma ciência divina que ensina como conhecer e utilizar as leis universais. Magia é quando você usa a sua vontade Para causar mudanças em você mesmo e no meio que vive.

As energias são aéticas, elas não tem sentimentos como nós, assim elas podem ser usada para o bem e para o mal e assim são todas as coisas que conhecemos. Tudo tem os dois lados: positivo e negativo.

Ex.: A rede de computadores quando usadas por pessoas que querem fazer o bem é uma excelente ferramenta de alcance, mas se a pessoa tiver a intenção de fazer o mal ela também será um excelente instrumento para roubar, iludir e até atrair vítimas para armadilhas.

Algumas pessoas têm uma idéia errônea em relação aos magistas, magos... E todos os que conhecem e assumem que usam esse poder para causar mudanças, elas pensam que todos são maus. Os magistas são apenas pessoas que dominam uma arte, como qualquer outra pessoa que tenha: habilidades, profissão, religião... As pessoas não devem ser julgadas por suas profissões, credos... Devem ser julgadas sim por seu caráter que será refletido nas suas ações.

Não estou aqui para converter, nem trazer para o caminho que sigo você caro leitor, estou sim propagando a boa nova que acredito, eu mesma sigo o meu caminho, e esse caminho eu construo questionando e analisando, não rejeito nada de cara, conheço primeiro para depois decidir se vou absorveu ou não.

“As religiões atribuem o bem ao lado ativo e o mal ao lado passivo; mas em princípio o bem e o mal não existem, eles são apenas conceitos da condição humana. No Universo não existem coisas boas ou más, pois tudo foi criado segundo leis imutáveis. É justamente nessas leis que se reflete o princípio divino, só na posse do conhecimento dessas leis é que podemos nos aproximar do divino.” (Franz Bardon)
Sem a escuridão a luz não poderia existir, são apenas polaridades inversas da mesma energia primária, nós humanos vivemos num mundo de contrastes, isso faz parte do nosso processo evolutivo.

Infelizmente as religiões que no seu conceito diz: religar a Deus, na sua grande maioria se perderam no caminho, separando as pessoas, oprimindo, perseguindo... Já se fez e se faz ainda coisas ruins em nome de Deus. O Deus Bíblico do velho testamento, ele é partidário, ele fica irado com seus filhos... Analisemos: com quem esse Deus se parece? Com os pais humanos. Esse Deus na realidade foi criado à imagem e semelhança dos habitantes deste planeta. Bem meus amigos vocês podem nesse momento esta se perguntando que eu não acredito na Bíblia, que não acredito em Deus. Eu lhes respondo: acredito que a Bíblia contém partes que realmente foram inspiradas pelo divino, mas não na sua totalidade. E Deus, eu não acredito neste Deus antropomórfico que as religiões pregam. Um Deus que precisa ser adorado, louvado porque se não você vai para o inferno. Pra mim esse Deus da maioria das religiões é pior do que certos humanos. Não me serve.

“Religião

O mago principiante professará uma religião universal. Ele aprenderá que cada religião possui seus lados bons, mas também seus lados obscuros. Ele conservará para si o melhor dela a não dará atenção às suas fraquezas. Com isso não queremos dizer que ele deva adotar todas as religiões, mas que deve dar a devida atenção a cada uma delas, pois cada uma possui seu próprio princípio divino, quer se trate do cristianismo, do budismo, do islamismo, etc.” (Franz Bardon)


Vamos falar um pouco sobre os elementos, princípios que formam tudo que há:



O akasha: é o princípio etérico. Ele é a origem, o fundamento de todas as coisas a de toda a criação. Em resumo, ele é a esfera primordial. Ele é isento de espaço e de tempo. Ele é o não criado, o incompreensível, o indefinível. As religiões chamam-no de Deus. Ele é a quinta força, a força primordial; ele é aquilo que contém tudo o que foi criado e que mantém tudo em equilíbrio. É a origem e a pureza de todos os pensamentos e idéias, é o mundo das coisas primordiais no qual se mantém tudo o que foi criado, desde as esferas mais elevadas até as mais baixas. É a quintessência dos alquimistas. É tudo em todas as coisas.


O Fogo (Tejas): O primeiro elemento que de acordo com os escritos orientais nasceu do Akasha, o princípio do fogo. Esse elemento, como todos os outros, não age só em nosso plano denso, material, mas em tudo o que foi criado. As características básicas do princípio do fogo são o calor e a expansão; é por isso que no começo da criação tudo eram fogo e luz. Cada elemento, inclusive o fogo, possui duas polaridades, a ativa e a passiva, Plus e Minus (mais e menos). A Plus é a construtiva, criadora, geradora, enquanto que a Minus é a desagregadora, exterminadora.

A explosão é inerente ao princípio do fogo, e será definida como fluido elétrico para fins de formação de uma imagem. Esse princípio do elemento fogo é ativo e latente em tudo o que foi criado, portanto em todo o Universo.


A água (Apas): Em comparação com o fogo, possui características totalmente opostas; suas características básicas são o frio e a retração. Aqui também se tratam de dois pólos: o pólo ativo, que é construtivo, doador de vida, nutriente a preservador; e o negativo, igual ao do fogo, desagregador, fermentador, decompositor, dissipador. Como o elemento água possui em si a característica básica da retração, ele deu origem ao fluido magnético. Tanto o fogo quanto a água agem em todas as regiões. Segundo a lei da criação, o princípio do fogo não poderia existir se não contivesse um pólo oposto, o princípio da água. Esses dois elementos, fogo e água, são aqueles elementos básicos com os quais tudo foi criado.




O ar (Waju): Outro elemento que se formou a partir do Akasha. Ele deve ser colocado numa posição intermediária entre o princípio do fogo e o da água; como meio, produz um equilíbrio neutro entre o fogo e a água. Através dos efeitos alternados dos elementos passivo e ativo do fogo a da água, toda a vida criada tomou-se movimento. É o simbolismo do ar que foi o sopro de Deus na narina de Adão e tornou-se movimento (vida).
Em seu papel intermediário, o princípio aéreo assumiu do fogo a característica do calor, a da água a da umidade. Sem essas duas características a vida não seria possível; além disso, elas também conferem ao princípio aéreo duas polaridades: no efeito positivo a da doação da vida, a no negativo, a exterminadora.


A terra (Prithivi): Ela integra em si todos os outros três elementos (fogo, água e ar). Foi justamente essa característica que conferiu uma forma concreta aos três elementos. Ao mesmo tempo, porém foi introduzido um limite ao seu efeito, o que resultou na criação do espaço, da dimensão, do peso, e do tempo. Em conjunto Fogo, água, ar e terra, tomaram-se o efeito quadripolar. O fluido na polaridade do elemento terra é eletromagnético. Como todos os elementos são ativos no quarto elemento (o da terra) toda a vida criada pode ser explicada. Foi através da materialização da vida nesse elemento que surgiu, o "faça-se" (Fiat).

Quanto aos elementos citados, devemos acrescentar que não se tratam de fogo, água, ar e terra comuns - na verdade não são apenas aspectos do plano material denso - mas sim de características universais dos elementos.

Parte deste texto foi baseado no livro “O caminho para tornar-se um verdadeiro Adepto” - Autor: Franz Bardon

Baixar grátis O caminho para tornar-se um verdadeiro Adepto

Seja feliz a cada instante, viva o presente porque o passado já foi e o futuro ainda não chegou.

Caro leitor se você gostou do meu blog entre em contato temos o maior prazer em fazer amigos e trocar experiências. Use o espaço para comentários.

Comentários

  1. Olá obrigado pela visita, nunca tinha visitado um blog que fala de magia antes, achei interessante tem coisas que muitos leigos como eu nem imaginam.

    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Olá, que bom que seu link no Ocioso renderam boas visitas, é interessante também tentar outros agregadores, boa sorte com seu Blog.

    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Marcos meu amigo aquele primeiro link que enviei rendeu em um dia mais de 6000 acessos, nunca tinha conseguido esse feito, outra coisa é que eles postam todos os que mando, acho que porque na área que envio tem pouca concorrência, eu envio os links do meu blog de receitas.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

É um prazer receber seu comentário, todo o conteúdo do blog faz parte de experiências vividas e coisas em que acredito.