Seguidores

Magia Viking - Pronuncia das Runas Para Uso Mágico

clique na imagem para ampliar
Extraido de O Livro das Runas - Ralph Blum

"Desde o início, as Runas assumiram uma função ritual, servindo para que fossem lançados sorteios, para a adivinhação e evocação de poderes superiores, capazes de influenciar a vida e a sorte das pessoas. A arte do runemal tocava cada aspecto da vida, do mais sagrado ao mais prático. Havia Runas e encantações para influenciar o tempo, as marés, plantações, amor e cura; Runas de fertilidade, de pragas e remoção de pragas, de nascimento e morte. As Runas eram esculpidas em amuletos, copos, lanças de batalha, sobre o lintel de moradias e nas proas dos barcos vikings. 

Entre os teutões e vikings, os lançadores de Runas usavam uma indumentária pomposa, que os tornava facilmente reconhecidos." 






"Odin é a dinvindade máxima no panteão dos deuses escandinavos. Seu nome se deriva do escandinavo antigo para "vento" e "espírito", e foi através de sua paixão, de seu sacrifício transformador do eu, que Odin nos trouxe as Runas. Segundo a lenda, ele ficou pendurado por nove noites na Yggdrasil, a Árvore do Mundo, ferido pela própria lâmina, atormentado pela fome, pela sede e pela dor, sem auxílio e sozinho até que, antes de cair, avistou as Runas e conseguiu apanhá-las, em um último e tremendo esforço. Em seguida à dádiva do fogo, aquela do alfabeto é a luz em que vemos nossa natureza revelada. Em A Edda Poética, Odin, o grande Mestre Rúnico, fala através dos séculos. Ouçamos Odin agora:
Sabes como talhá-las, sabes como tingi-las,
Sabes como lê-las, como entendê-las?
Sabes como evocá-las, como arremessá-las,
Ou como ofertá-las, o que perguntar?
Antes não ofertar que demais ofertar,
porque uma oferta requer uma outra,
Antes não matar que demasiado matar
Assim falou Odin, antes da terra nascer,
ao ressurgir quando após os tempos.
As Runas que sei esposas de reis desconhecem
Ou qualquer homem terreno. "Ajuda", uma é chamada,
Porque ajuda é seu dom, e ajudada serás
Na doença e pobreza e tristeza.
Uma outra eu conheço, e dela precisam
Aqueles que a arte da cura estudam.
Risque-as na casca, no tronco das árvores
Com galhos que buscam o lado do leste.
Sei de uma terceira...
Se minha carência é demais na batalha,
Ela embota as espadas de inimigos mortais,
Intocado serei por astúcias e armas
São e salvo estarei...
E assim começa a sagrada história das Runas."
                                                            (Extraido de O Livro das Runas - Ralph Blum)

Para saber mais sobre Magia Viking, Runas e seus significados
Até o próximo


Comentários